Scrívere per pensare

(Escrever para Pensar) Ler, Ver, Ouvir

0 notes

Early Warning: Em uma década, “Video Show” perde 30% da audiência

Depois de investir milhões na estreia de Fátima Bernardes nas suas manhãs, e roubar pontos preciosos da rival Record, a Globo tem agora um outro problema para resolver: o ibope do “Vídeo Show”, que está em queda há pelo menos uma década.

Nos últimos dez anos, o programa dedicado aos bastidores da própria Globo perdeu 30% em pontos de ibope na Grande São Paulo -o principal mercado da TV brasileira. Cada ponto vale atualmente por 60 mil domicílios na região.

Na participação entre as TVs ligadas (o chamado “share”), o programa apresentado por André Marques e pela bela Ana Furtado (mulher de Boninho) perdeu uma em cada quatro TVs ligadas nesse período. Esses aparelhos migraram para outros canais abertos ou para a TV a cabo, por exemplo.

Desde 2000, o melhor ano do “Vídeo Show” foi 2003, quando fechou com 17,7 pontos de média e 45,6% entre o total de ligados.

HÁ QUASE 30 ANOS NO AR

O “Vídeo Show” começou a ser exibido em 1983, sob comando de Tássia Camargo. Entre outros apresentadores já teve Miguel Falabella, Carla Camuratti e Malu Mader.

Uma das grandes dificuldades de sua produção hoje é criar novas pautas, uma vez que quase todos os temas, bastidores e “meandros” da Globo já foram explorados, e por mais de uma vez. Hoje o programa se dedica quase que exclusivamente a “lamber” praticamente qualquer produto que a Globo lance: sejam novelas, séries, Fátima Bernades etc. Em termos de cobertura, pode-se dizer que o “Vídeo Show” virou uma espécie de “Caras” da Rede Globo.

Fonte: RICARDO FELTRIN. EDITOR E COLUNISTA DO “F5”. Leia mais ao clicar aqui.

Filed under Vídeo Show Rede Globo F5 Ricardo Feltrin